Notícia

CASTRO DE LEZENHO

  • 2018-11-02

CASTRO DO LEZENHO

Nota Histórico-Artistica

O Castro do Lesenho situa-se em pleno planalto Barrosão, na zona mais elevada da freguesia de Canedo. Dividido administrativamente com o concelho de Boticas, este povoado de grandes dimensões apresenta ainda visíveis vestígios das cinco linhas de muralha que possuiu, duas das quais circundantes. Com ocupação provável ainda na Idade do Cobre, há cerca de 5000 anos, terá sido um grande povoado na Idade do Ferro, há cerca de 3000 anos, e conhecido ainda ocupação na época Romana. Destacam-se as quatro estátuas de guerreiros lusitanos aí encontradas com cerca de dois metros de altura, actualmente depositadas no Museu de Viana do Castelo e no Museu Nacional de Arqueologia e as obras de restauro que recebeu na década de 1960, promovido a reconstrução de alguns dos seus troços mandados reconstruir por José Rodrigues dos Santos Júnior, que lhe recuperaram parte da muralha Norte e respectiva porta. Estará ligado ao povoado de Crastos, situado próximo junto ao rio Beça. Oferece uma panorâmica invejável sobre toda a região, permitindo identificar os contrastes naturais entre o Alvão, o Barroso e o Minho. Acesso: Por estrada florestal, a partir de Penalonga.

Nas proximidades: Gravuras rupestres de Corga do Fieiro, Aldeia de Penalonga, Bateria de Espigueiros de Penalonga, Ponte de Penalonga, Igreja e conjunto monástico

O Castro do Lesenho está classificado como Imóvel de Interesse Público pelo Decreto n.º 29/90, DR, I Série, n.º 163, de 17-07-1990.

Classificado em 1990 como "Imóvel de Interesse Público", o "Castro de Lezenho" (ou "Outeiro Lezenho", como também é conhecido), ergue-se no topo de um outeiro sobranceiro à rib.ª do Corgo.

A gestão administrativa é dividida entre os concelhos de Ribeira de Pena, a Sul e de Boticas a Norte de Canedo.

Coordenadas GPS 41o 38’45.48”N 7 o 45’13.17”O

Castro de Outeiro Lezenho situa-se numa elevação a 1073 metros de altitude. A sua localização revela o objectivo estratégico defensivo do castro, e a importância que poderá ter tido no passado.